Brasil: novo governo e novas oportunidades, o comentário do Presidente Alessandro Barillá

04/04/2017


31 - Barillà_normaleA situação econômica que estamos vivendo hoje em dia no Brasil apresenta uma complexidade sem precedentes. As políticas econômicas dos governos do “Partido dos Trabalhadores”, ao poder nos últimos 13 anos, falharam. Excessivo crescimento da dívida pública, excessivos incentivos e desonerações fiscais ao sistema industrial, atrasos nos investimentos em infraestruturas e a manutenção por muito tempo de baixas taxas de juros acompanhada por uma grande pressão inflacionaria. Adicionando as faltas de reformas tão esperadas por tempo como aquela da Previdência e da Simplificação Tributária e Laboral, e o deflagrar no 2014 da operação conhecida como “Lava Jato”, nos encontramos um Brasil que não está crescendo mais, caracterizado por uma alta taxa de desemprego e elevados níveis de desconfiança, especialmente por os investidores internacionais.

Agora o cenário mudou, temos um novo Governo que está acelerando nas reformas e abrindo mais o País (desde sempre excessivamente protecionista), especialmente no setor Oil&Gas que exige maciços investimentos, hoje não disponíveis localmente. Também no setor da Energia Vemos, estamos registrando o mesmo fenômeno, tanto para uma reorganização interna quanto para a entrada de novos operadores precisos para o crescimento da matriz energética do País. Recentemente, temos assistido para a privatização de 4 aeroportos com bastante sucesso comparado aos valores estimados pelo Governo.

Como Câmara de Comércio e Indústria Ítalo-Brasileira, temos instituído Comitês de especialistas no setores de Oil & Gas, Energia e Infra-estrutura, onde acreditamos que haverá mais investimentos nos próximos meses.

Estamos trabalhando na criação de um Conselho Europeu das Câmaras, para aumentar as dimensões e as sinergias das oportunidades que se estão apresentando entre as empresas da União Europeia.

Historicamente, o melhor momento para entrar no Brasil é quando se tem um cenário como o atual, de dificuldades mas também de ativos a preços convenientes, crises de liquidez de muitos operadores que por esta razão olham favoravelmente para novas alianças, e um novo Governo que tem que mostrar resultados concretos em vista das eleições do 2018.

Alessandro Barillà
Presidente Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio e Indústria Rio de Janeiro

Fonte: ItalPlanet



Todas as Notícias