Enel aumenta em 133MW sua capacidade de produção de energia solar no Brasil

01/03/2021


A Enel Green Power Brasil Participações Ltda (“EGPB”), subsidiária brasileira do Grupo Enel para energias renováveis, iniciou as operações comerciais para a expansão de 133 MW da usina solar fotovoltaica em São Gonçalo, localizada em São Gonçalo do Gurguéia, Piauí, que já tem 475 MW em operação, sendo a maior planta desse tipo na América do Sul. A construção da seção de 133 MW envolveu um investimento de cerca de 422 milhões de reais, equivalente a cerca de 100 milhões de euros.

“A entrada em operação da primeira expansão do inovador parque solar em São Gonçalo representa para Enel um importante passo à frente no Brasil, reforçando a nossa posição de leadership no mercado de geração de energia solar do país”, declarou Salvatore Bernabei, CEO da Enel Green Power e Chefe da linha de negócios Global Power Generation da Enel. “Apesar dos desafios do cenário atual, recentemente começamos a construção de 1,3 GW de capacidade renovável no Brasil, que inclui um novo trecho de 256 MW do parque solar de São Gonçalo. Confirmamos, portanto, nosso compromisso de contribuir ainda mais para o crescente setor elétrico do país e de dirigir a recuperação verde no Brasil, já que estamos fazendo isso globalmente.”

Em agosto de 2019, a Enel anunciou o início da construção da expansão de 133 MW do parque solar, que está em operação hoje. Antes disso, a construção do primeiro trecho de 475 MW de São Gonçalo havia começado em outubro de 2018, que foi conectado à rede em janeiro de 2020.

Se prevê que a nova expansão de 256 MW, cuja construção teve início em 2020 para entrar em operação em 2021, elevará a capacidade total de São Gonçalo para 864 MW, tornando-se a maior usina de produção de energia da Enel em construção no mundo. O Grupo Enel investirá aproximadamente 735 milhões de reais, o equivalente a aproximadamente 142 milhões de dólares, na construção do terceiro trecho da planta.

Todo o parque solar de São Gonçalo de 864 MW terá mais de 2,2 milhões de painéis solares e, quando estiver totalmente operacional, poderá gerar mais de 2,2 TWh anuais, reduzindo anualmente a emissão de mais de 1,2 milhão de toneladas de CO2. São Gonçalo é a primeira usina da Enel no Brasil a usar módulos solares de dupla face que captam a energia solar em ambos os lados do painel. Graças ao uso dessa tecnologia, espera-se um aumento na geração de energia de até 18%.

A capacidade instalada total de São Gonçalo inclui:

  • 599 MW, que incluem os 256 MW do terceiro trecho, os 133 MW do segundo trecho e uma parte de 210 MW do primeiro trecho e são apoiado por contratos de fornecimento de energia negociados com clientes corporativos no mercado livre de energia brasileiro;
  • Os restantes 265 MW do primeiro trecho, que são apoiados por contratos de fornecimento de vinte anos com um grupo de distribuidoras que operam no mercado protegido do país.

Durante a construção da usina, foram acionados rígidos protocolos de segurança, levando em consideração a pandemia e as indicações das autoridades sanitárias, de forma a garantir a necessária proteção aos trabalhadores envolvidos na construção e às comunidades nativas de onde está instalado o parque. A empresa estabeleceu linhas-guia rígidas para viagens, que incluem quarentena preventiva quando os trabalhadores se mudam para cidades fora da região do canteiro de obras, melhor asseio de estruturas, veículos e ambientes nos canteiros de obras e medidas para garantir práticas de trabalho seguras. No canteiro de obras, equipes e operações foram estruturadas para manter o distanciamento social. Além disso, a Enel testou todos os funcionários que trabalham nos canteiros de obras.

No Brasil, por meio de suas subsidiárias EGPB e Enel Brasil, o Grupo Enel tem uma capacidade renovável instalada total de mais de 3,4 GW, dos quais 1.210 MW de energia eólica, 979 MW de energia solar e 1.269 MW de energia hidrelétrica.

A Enel é uma empresa multinacional de energia e uma operadora integrada líder nos mercados globais de energia, gás e renováveis. É a maior utility europeia em EBITDA ordinário e está presente em mais de 30 países no mundo, produzindo energia com mais de 87 GW de capacidade instalada. A Enel distribui eletricidade por meio de uma rede de mais de 2,2 milhões de km e com mais de 74 milhões de usuários finais corporativos e domésticos em todo o mundo, o Grupo tem a maior base de clientes globalmente entre os concorrentes europeus. A Enel Green Power é a maior operadora privada do mundo no setor de energias renováveis, com mais de 47 GW de usinas eólicas, solares, geotérmicas e hidrelétricas instaladas na Europa, Américas, África, Ásia e Oceania.

Fonte: Enel | Imagem: Cineshop Solar



Todas as Notícias