Enel se expande no Brasil

05/02/2018


O Grupo Enel se expande no mercado das energias renováveis no Brasil: iniciou a implantação da usina eólica do Morro do Chapéu Sul, com uma capacidade total de 172 MegaWatt, no Estado da Bahia, no nordeste do Brasil. Enel investiu no projeto cerca de 380 milhões de dólares, mediante meios próprios e um financiamento a longo prazo do BNDES. Morro do Chapéu Sul é composto por seis parques eólicos, com uma capacidade total de 172 MGW. A usina poderá gerar mais de 830 GWh por ano.

 “A entrada em atividade do Morro do Chapéu marca uma nova e importante meta na consolidação da nossa presença eólica no Brasil, depois dos êxitos alcançados na licitação A-6 do fim do ano passado”, diz Antonio Cammisecra, responsável da divisão Global Renewable Energies de Enel Green Power (EGP), “Com esta concessão, construiremos mais de 600 MW de nova capacidade eólica, o que inclui Morro do Chapéu II, uma extensão de 78 MW no Morro do Chapéu Sul. Estes resultados, junto à nossa liderança no setor fotovoltaico no Brasil, comprovam mais ainda o nosso compromisso com o desenvolvimento sustentável do País”.

A instalação, propriedade de quatro entidades instrumentais da Enel, poderá gerar mais de 830 GWh por ano. Quatro dos parques eólicos são regidos por contratos de fornecimento de 20 anos, assinados com um pool de empresas brasileiras de distribuição de energia elétrica, enquanto os outros dois parques eólicos (Ventos de São Abrão e Boa Vista) serão regidos por um contrato de compra de 20 anos (PPA), assinado no mercado livre da energia.

Em conformidade com o modelo de criação de valores compartilhados do Grupo Enel, que conjuga o desenvolvimento comercial com necessidades das comunidades locais, a Enel aviou, em colaboração com associações que atuam no Brasil, uma série de iniciativas para contribuir com o aumento da renda dos habitantes das zonas adjacentes ao Morro do Chapéu Sul, entre as quais cursos de formação para carpinteiros e eletricistas. A empresa investe também em uma orquestra local, ativa há 110 anos, mediante a aquisição de instrumentos.

No Brasil, o Grupo Enel, por meio de sua filial local, tem uma capacidade total de geração de energia renovável de cerca 2,8 GW, 842 MW dos quais de fonte eólica, 716 MW de solares fotovoltaicos, 1.270 MW de fonte hidroelétrica, além de 103 MW de capacidade solar atualmente em construção. Além disso, a empresa obteve contratos com uma capacidade total superior a 1 GW nas licitações brasileiras A-4 e A-6.

Fonte: La Stampa



Todas as Notícias