Itália é país que mais oferece cidadania da Europa, diz Istat

26/04/2017


A Itália é o país da União Europeia que mais concedeu cidadania para estrangeiros nos últimos anos.

Segundo um estudo do Instituto Nacional de Estatística da nação (Istat), uma a cada cinco pessoas na Europa que conseguiu cidadania europeia em 2015 a obteve na Itália.

De acordo com a pesquisa, os “novos italianos” são em maioria albaneses (19,7%), marroquinos (18,2%) e romenos (8,1%), nacionalidade que faz parte da União Europeia, mas que não pertence ao Espaço de Schengen, tratado de livre circulação da Europa.

A Itália concedeu 178.035 cidadanias das mais de 890 mil dadas desde 2014 e das 980 mil de 2013 por todo o bloco. Já o segundo país que mais criou “europeus” curiosamente foi o Reino Unido, com 118 mil concessões e que neste ano deu entrada oficialmente ao processo de saída da União Europeia. Logo após dele vem a Espanha, com 114.351 novos pedidos de cidadania autorizados; a França, com 113.608 concessões; e a Alemanha, com 110.128 “novos alemães”. Já em relação ao número de cidadanias por habitante, o país que mais naturalizou pessoas foi Luxemburgo, seguido por Suécia, Chipre e, em quarto lugar, Itália e Irlanda.

Fonte: Jornal do Brasil



Todas as Notícias