Vendas espumante italiano no exterior: recorde histórico no 2017

15/02/2018


As vendas de espumante italiano no exterior são recorde histórico em 2017, atingindo um nível de 1,3 milhões de euros, com um crescimento de 14% em relação ao 2016.

As vendas de espumante italiano no exterior alcançaram um recorde histórico em 2017, atingindo 1,3 milhões de euro, com um crescimento de 14% em relação ao 2016.

Coldiretti, a Confederação Italiana de Agricultores, confirma estes números através de uma projeção de dados Istat (o Instituto Italiano de Estatísticas), com relação ao comércio exterior, divulgada em 2017, fornecida pelo OVSE, o Observatório Econômico Vinhos e Espumantes Italianos.

“Fora das fronteiras nacionais – sublinha Coldiretti – os consumadores mais apaixonados são os ingleses, mercado que parece não ter sido afetado pela Brexit e primeiro mercado mundial para o espumante italiano em 2017, com valor das garrafas exportadas aumentando de 12%.

Na lista dos espumantes italianos favoritos no mundo há o Prosecco, o Asti e o Franciacorta, que disputam com o prestigioso Champagne francês. Apesar disso – especifica a Coldiretti – o diferencial de preço medio por garrafa parece muito elevado em relação aos espumantes transalpinos, que têm cotações elevadas. Isso acontece por causa das imitações em todos os continentes, a partir da Europa, onde estão à venda garrafas de Krensecco e de Meer-Secco produzidas na Alemanha, que copiam claramente o nosso Prosecco”.

Relativamente ao crescimento nos mercados extra União Europeia, o resultado quinquenal da Itália é considerável, com um aumento de 33%.

Em 2017 a Itália cresceu de +5,9% nos oitos principais marcados extra-europeus (Estados Unidos, China, Canadá, Japão, Suíça, Rússia, Noruegaa e Brasil), que absorvem o 90% das exportações italianas, com um total de 3,4 bilhões de euro. Detalhadamente, os países onde os vinhos italianos cresceram mais são Brasil (+48,6%) e Russia (+41%).

Fonte: Vinitaly



Todas as Notícias