Câmara firma acordo com a Ordem dos Advogados de Palermo

22/10/2021


Foi assinado nesta manhã, em Palermo, um acordo de rede no Oratorio di Santi Elena e Costantino, sede da Fondazione Federico II, entre a Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio e Indústria do Rio de Janeiro e a Ordem dos Advogados de Palermo.

O acordo visa a alcançar um crescimento sustentável, inclusivo e solidário para o desenvolvimento econômico, profissional e social dos países onde as instituições operam.

Estavam presentes o Presidente da Ordem dos Advogados de Palermo, Antonio Armetta, o Presidente da Câmara de Comércio e Indústria Ítalo-Brasileira do Rio de Janeiro, Rodolfo Teichner, o Diretor Geral da Fundação Federico II, Patrizia Monterosso, em ligação de Roma Piero Fassino, Presidente da Comissão de Negócios Estrangeiros e Comunitários da Câmara e Armando Plaia, Diretor do Departamento de Ciências Jurídicas da Universidade de Palermo.

“A assinatura do acordo com a Câmara de Comércio Ítalo-Brasileira”, disse Antonio Armetta, “é um momento de grande importância para a ação do Conselho da Ordem dos Advogados de Palermo. Pretendemos propor novos horizontes profissionais aos advogados de Palermo, o que pode enriquecer a formação profissional deles e possivelmente criar novas oportunidades de emprego.”

“A ideia principal da nossa colaboração”, disse Rodolfo Teichner, “é o estabelecimento conjunto de turma de estudo e investigação com vista à realização de pequenos e médios seminários, bem como palestras, sobre temas atuais e relevantes para os associados”.

Gianfranco Miccichè, presidente da Ars e da Fondazione Federico II, congratulou a iniciativa. “O diálogo que se abre com a assinatura do acordo representa um modelo de melhores práticas, uma oportunidade de crescimento mútuo entre países e demonstra o esforço da Fondazione Federico II em promover a imagem da Sicília”.

“É uma iniciativa que vai na direção certa. Estou certo, sublinhou Piero Fassino, de que produzirá resultados positivos e uma intensificação da cooperação entre o Brasil, Itália e Sicília em particular”. Patrizia Monterosso, diretora geral da Fondazione Federico II, afirmou: “Apoiar as iniciativas de parceria, tais como os meios atuais de partilha e de reforço de um compromisso coletivo visando à colaboração entre territórios capazes de interceptar rapidamente a procura de inovação e desenvolvimento, encorajando um intercâmbio de informações, experiências e boas práticas fundamentais para a co-condução de programas conjuntos entre territórios”.

Fonte: ANSA



Todas as Notícias