FESTA DA POLENTA 2023: CELEBRANDO A CULTURA ITALIANA E O VOLUNTARIADO EM VENDA NOVA DO IMIGRANTE – ES

05/10/2023


Está chegando a tão aguardada Festa da Polenta, prometendo mais uma vez encantar e unir a comunidade ítalo-brasileira e todos os amantes da cultura italiana. A festa, que é um verdadeiro ícone do Espírito Santo, acontecerá nos dias 06, 07, 08 e 12, 13, 14, 15 de outubro, em Venda Nova do Imigrante.

Idealizada pelo saudoso Padre Cleto Caliman, em 1979, a Festa da Polenta mantém intactos os princípios que a norteiam desde sua origem: preservar a rica cultura italiana, fortalecer os laços familiares, promover a solidariedade, expressar a religiosidade e celebrar o espírito de doação através do voluntariado, chegando a reunir mais de 2500 voluntários a cada ano.

Este evento, que se tornou um dos maiores festivais gastronômicos e culturais do estado, é marcado pela abundância de comida italiana deliciosa e por diversas versões da iguaria que dá nome à festa. Seu símbolo mais icônico é o emocionante “Tombo da Polenta”, quando um enorme caldeirão despeja a polenta de 1200kg diante de uma multidão. A Festa da Polenta não é apenas sobre comida, é um mergulho na cultura italiana em sua forma mais autêntica. Além do delicioso cardápio italiano, o evento oferece uma programação repleta de música, dança e atividades culturais que animam os visitantes durante todos os dias de festa.

O calendário de eventos que antecede a Festa da Polenta é uma verdadeira celebração da tradição italiana. A preparação começa em março, com o Plantio do Milho; seguida pela Serenata Italiana pelas ruas da cidade, em julho; e pela Colheita do Milho que abastece o evento, em setembro. Finalmente, em outubro, a festa toma conta da cidade, chegando a receber um público de cem mil pessoas, com atrações como o desfile do queijo gigante, desfile das famílias, eleição da Rainha e Princesas, além de shows nacionais e o aguardado “Tombo da Polenta”.

No centro de eventos, onde ocorre a festa, existem muitas atrações interessantes. Dentre elas, estão a Casa da Nonna, onde os visitantes podem conhecer um pouco mais da cozinha tradicional italiana, participar de oficinas de bordados, saborear café e sobremesas típicas e trocar experiências em animados bate-papos; e o Paiol do Nonno, que é um local especial para apreciar a música italiana ao som de sanfonas, violas e violões, enquanto os voluntários trabalham incansavelmente para preparar o milho para a polenta. Nestes espaços, os visitantes podem experimentar a sensação de estar dentro da casa de um imigrante que veio para o Brasil, no início do século passado, podendo até participar dos jogos como a Moretina e Bocha, e das Cantarolas e brincadeiras tradicionais.

A Contribuição Econômica da Festa da Polenta para Venda Nova do Imigrante

Além de ser uma celebração da cultura italiana, a Festa da Polenta desempenha um papel significativo na economia de Venda Nova do Imigrante. Durante os dias de festa, a cidade se transforma em um polo de atividade econômica, gerando empregos temporários, impulsionando o comércio local e atraindo visitantes de todo o estado e até mesmo de outras regiões do Brasil.

Os estabelecimentos comerciais, como restaurantes, hotéis, pousadas e lojas, não só do município, mas de toda a região, inclusive a famosa Pedra Azul, que está localizada a poucos quilômetros de Venda Nova do Imigrante, se beneficiam com o aumento do fluxo de turistas ávidos por experimentar a autêntica culinária italiana e vivenciar a cultura única que a festa oferece. Além disso, a demanda por produtos e serviços relacionados à festa, como trajes típicos, souvenires e artesanato, aquece o mercado local.

O setor agrícola também desempenha um papel importante na economia da região, especialmente durante a preparação para a Festa da Polenta, que inclui o plantio e a colheita do milho. A produção agrícola local é essencial para abastecer a festa com ingredientes frescos e de alta qualidade, contribuindo para a sustentabilidade da festa ao mesmo tempo em que fortalece a economia agrícola da cidade.

Venda Nova do Imigrante é também amplamente reconhecida em todo o Brasil como o epicentro do Agroturismo: uma forma de turismo rural que proporciona aos visitantes a oportunidade de vivenciar a vida agrícola enquanto desfrutam de momentos de lazer, exploração e apreciação da natureza.

O título de Capital Nacional do Agroturismo foi inicialmente conferido a esta cidade pela Abratur (Associação Brasileira de Turismo Rural), devido à sua pioneira atuação nessa atividade desde 1987, quando o termo sequer era conhecido no Brasil. O conceito de “agriturismo” foi adotado da Itália, onde os primeiros empreendedores buscaram inspiração para essa prática inovadora.

Em 2023, por meio da Lei Federal nº. 14.636, datada de 25 de julho de 2023, o título de Capital Nacional do Agroturismo foi oficialmente concedido a Venda Nova do Imigrante. Isso ocorreu como um reconhecimento à consolidação do município como líder na promoção do setor no Brasil, envolvendo cerca de 70 propriedades, com a participação direta de 300 famílias e 1.500 pessoas.

Durante as visitas a essas propriedades, os visitantes têm a oportunidade de degustar diversas iguarias locais, incluindo o Socol (um embutido de carne de porco com indicação típica de origem), o Limoncello (um licor amarelo de limão siciliano), o queijo tipo Resteia (com textura macia e sabor adocicado), a Puína (uma ricota cremosa), a Grappa (um destilado feito do bagaço da cana-de-açúcar) e a Caponata (um antepasto preparado com berinjela). Além desses sabores, os turistas também podem desfrutar de produtos como café Arábica, cachaça, doces em diversas formas (compotas, cristalizados e cremosos), geleias, biscoitos, vinho, fubá de moinho de pedra, artesanatos e flores, tornando a experiência no Agroturismo de Venda Nova do Imigrante verdadeiramente única e memorável.

O vice-diretor da Câmara, Eduardo Mariano Costa, é frequentador da Festa da Polenta há muitos anos e atesta a excelência do evento: “A Festa da Polenta se tornou uma marca de qualidade. A Associação Festa da Polenta (AFEPOL) conseguiu tornar o evento gigante, preservando os seus aspectos essenciais, sempre com a preocupação de pesquisar a história e entender a identidade do imigrante. Já que muitas festas que celebram a imigração italiana, mundo a fora, acabam tratando o folclore de maneira simplista. Eu diria que a Festa da Polenta é uma joia que temos no Brasil e que foi construída pelos imigrantes italianos, em sua maioria do norte, e por seus descendentes, com um admirável amor pela cultura e com uma fortíssima veia empreendedora.

Conheça Venda Nova do Imigrante e a Festa da Polenta e prepare-se para mergulhar na cultura dos imigrantes italianos em sua forma mais bela e autêntica. A Festa da Polenta espera por você!

 

Foto: Edézio Peterle

Informações sobre a Festa da Polenta: festadapolenta.com.br

Mapa Turístico de Venda Nova do Imigrante – ES: clique aqui

Fontes:

vendanova.es.gov.br

festadapolenta.com.br



Todas as Notcícias