Itália – Brasil: Segundo encontro do grupo de Trabalho Bilateral sobre investimentos

05/01/2016


O Grupo de Trabalho Bilateral entre a Itália e o Brasil, assinado pelo Ministro das Relações Internacionais Paolo Gentiloni e pelo Titular da Pasta do Planejamento Econômico brasileiro Nelson Barbosa, continua o seu projeto.

Após o primeiro encontro do dia 3 de dezembro dedicado à energia, no dia 16 de dezembro realizou-se a segunda reunião. O encontro foi uma ótima ocasião para prosseguir com a análise das oportunidades de investimento no Brasil para as empresas italianas, sobre tudo nos setores dos aeroportos e das infraestruturas. O foco principal foi sobre a apresentação das próximas licitações, prestando atenção aos aspetos normativos e financeiros. O grupo foi constituído no âmbito do memorandum de entendimento sobre os investimentos, assinado pelo ministro das Relações Internacionais Paolo Gentiloni e pelo titular da Pasta do Planejamento Econômico brasileiro Nelson Barbosa, em ocasião da visita do chanceler italiano a Brasília no dia 5 de novembro 2015.

Uma ocasião para prosseguir com a análise das oportunidades de investimento no Brasil

O organismo, coordenado pela Embaixada da Itália em Brasília e pelo Ministério do Planejamento Econômico brasileiro, tem o objetivo de aumentar as oportunidades de investimento no país latino-americano para as empresas italianas no setor das infraestruturas e da energia. Ao primeiro encontro participaram o Instituto Nacional para o Comércio Exterior italiano (ICE), o banco de crédito SACE e algumas entre as principais empresas italianas que trabalham no Brasil. As autoridades brasileiras ilustraram detalhadamente as próximas licitações para os projetos de geração e transmissão de energia elétrica, com particular ênfase para as  energias renováveis. As empresas italianas puderam ainda receber em primeira mão informações e esclarecimentos acerca dos mecanismos financeiros, de crédito e dos seguros. Neste segundo encontro a delegação das nossas empresas foi novamente assistida pela embaixada e pelo escritório do instituto ICE.

(Fonte: Farnesina Ministero degli affari Esteri e della Cooperazione Internazionale)



Todas as Notícias