O PRIMEIRO-MINISTRO RENZI ENCONTRA A COMUNIDADE ITALIANA NO RIO

10/08/2016


Da esquerda para direita: Renata Bueno (Deputada Italiana), Alessandro Barillà (Presidente da Câmara Ítalo-Brasileira), Riccardo Battisti (Cônsul-Geral da Itália), Antonio Bernardini (Embaixador da Itália), Matteo Renzi (Primeiro-Ministro da Itália), Fabio Porta (Deputado Italiano). Créditos Fotos: Dhani B.

 

O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, visitou o Brasil na sua primeira viagem oficial no pais, para acompanhar a abertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. A visita foi também uma ocasião para promover a candidatura de Roma 2014 e para encontrar a comunidade italiana no Brasil.

A primeira etapa foi em Salvador, onde o primeiro-ministro visitou uma ONG comandada por missionário florentinos, o Projeto Agata Smeralda, que oferece apoio à maternidade e promoção de programas escolares.

Na quarta-feira Renzi seguiu para Rio de Janeiro, onde participou à inauguração da Casa Itália e à iluminação do Cristo Redentor com as cores da bandeira italiana, iniciativa patrocinada pela Pirelli.

No dia seguinte, o premier foi para São Paulo, onde visitou a comunidade italiana no Edifício Itália.

Na sexta-feira, voltou no Rio e encontrou a Comunidade Italiana no Terraço Belvedere, no prédio do Consulado Geral da Itália. Aqui, na frente de cerca de 200 convidados, inclusive muitos empresários associados à Câmara Ítalo-Brasileira, o Consul Geral Riccardo Battisti e as outras autoridades italianas no Rio de Janeiro apresentaram o encontro com o primeiro-ministro.

O novo embaixador italiano em Brasília, Antonio Bernardini, agradeceu os presentes e o premier, destacando a importância do evento, ao lembrar que o último encontro público de um chefe do governo italiano com a comunidade italiana no Brasil aconteceu na época da Rainha Margherita.

Alessandro Barillà, presidente dos Comites de Rio de Janeiro e da Câmara Italiana, especificou que no Brasil há 30 milhões de ítalo-brasileiros, um patrimônio enorme e às vezes esquecido. Acrescentou que é preciso investir mais no Brasil e que a política italiana esteja mais presente para reforçar os investimentos das empresas italianas no Brasil e, mais especificamente, no Rio de Janeiro.

Renata Bueno e Fabio Porta, deputados na Câmara dos Deputados da Itália eleitos no Brasil, estavam presentes ao lado de Renzi. A deputada falou em nome dos brasileiros descendentes de italianos, que construíram uma parte da história no Brasil, e deu as boas-vindas ao primeiro-ministro no Brasil.

Na mesma ocasião, o primeiro ministro recebeu também o prêmio Comunità Italiana, das mãos do diretor e editor da revista, Pietro Petraglia.

Rodeado por representante da comunidade empresarial italiana, Renzi prometeu dar maior atenção ao Brasil, que representa uma grande chance para a Itália e anunciou uma missão de empreendedores italianos no Brasil, guiada pelo Ministro do Desenvolvimento Econômico Carlo Calenda, nos próximos meses, antes do fim de 2016.

Falou sobre a instabilidade política atual do Brasil, mostrando otimismo para o futuro, e lembrando que a Itália teve 63 governos em 70 anos, mas que agora está vivendo um período de estabilidade.

Deu destaque ao tema da imigração. Lembrou dos italianos que atravessaram o oceano para chegar no Brasil.

Enfim, agradeceu todos os presentes convidando a todos a torcerem pela Itália e pelo Brasil nas Olimpíadas Rio 2016 e lembrou que a primeira medalha de ouro italiana nessa olimpíada representaria a de número 200 no somatório geral.

Na tarde, o Primeiro-Ministro encontrou os líderes do Comité Olímpico Internacional (COI) para promover a candidatura de Roma como sede dos Jogos Olímpicos de 2024. Na noite, participou à cerimônia de abertura no Estádio Maracanã.

A Câmara Ítalo-Brasileira de Comercio e Indústria e o Consulado Geral da Itália agradecem a todos os representantes da comunidade que tomaram parte deste evento histórico.

 



Todas as Notícias